Início

APANG

Associação dos Portos de Angola


A APANG surge da necessidade da congregação dos Portos de Angola, os terminais portuários e comunidade portuária, com vista a atingir objectivos comuns, isto é, no asseguramento, defesa e promoção dos interesses dos associados e contribuir para o desenvolvimento e modernização do sistema portuário.

A APANG foi criada A 9 de Dezembro de 2013, tendo como membros fundadores os Portos de Cabinda, Lobito, Luanda, Namibe e Amboim.

BRASIL

Conheça o Complexo portuário de Santos


O Complexo Portuário de Santos é o conjunto de terminais voltados à armazenagem e movimentação de cargas e passageiros instalados ao longo do estuário de Santos, limite natural entre os municípios de Santos, Guarujá e Cubatão – constituindo o maior porto da América Latina.

No Pacífico mais remoto, os recifes de coral resistem às alterações climáticas. Como?


Directamente das Ilhas Marshall para o mundo, Ryan Jenkinson apresenta aos jornalistas a expedição em que está a participar no Pacífico – “Estamos actualmente no atol de Rongerik e está uma manhã bastante tempestuosa”, diz numa conferência transmitida na plataforma online Zoom. O coordenador da expedição anuncia que a equipa está a fazer a quarta paragem desta viagem, que tem deixado algo bem claro: no remoto oceano Pacífico, os recifes de coral têm sido resilientes às alterações climáticas.

ABEPH

Associação Brasileira das Entidades Portuárias e Hidroviárias


Trata-se de uma sociedade civil, sem fins lucrativos, com sede e foro em Brasília, DF. Foi fundada em 3 de março de 1958, constituída por pessoas jurídicas que realizam a exploração dos portos no Território Nacional, e por pessoas jurídicas e físicas - direta ou indiretamente - ligadas às atividades de estudo, construção, operação ou administração de portos, de instalações portuárias, de meios de transporte ou de usuários de portos.

Criada inicialmente com a razão social de Associação Brasileira das Administrações Portuárias - ABAP, a entidade passou, em 1969, a se denominar Associação Brasileira das Entidades Portuárias - ABEP, nome que vigorou até 2005 quando, através da alteração estatuária, passou a adotar a denominação atual de Associação Brasileira das Entidades Portuárias e Hidroviárias - ABEPH.

Portugal captou mais investimento estrangeiro industrial e o maior veio da China


Apesar de 2023 ter sido um ano com menos projectos de investimento directo estrangeiro (IDE) do que 2022, Portugal angariou no ano passado mais IDE de cariz industrial do que no ano precedente. Num ano recorde para a agência pública que apoia a captação de IDE, o país assegurou 14 novos projectos industriais financiados a partir de fora, mais três do que em 2022. No total, prometeram criar 3555 postos de trabalho no país.

O maior deles todos (em valor de investimento) é o da fábrica de baterias para carros eléctricos da chinesa CALB, que já arrancou com o processo de licenciamento ambiental de uma nova unidade em Sines, um projecto de 2060 milhões de euros, para o qual foram reservados 90 hectares de terreno e prometidos 1800 postos de trabalho.

BRASIL

CODERN intensifica articulação por novas rotas de cruzeiro para o Porto de Natal


Incluir a capital potiguar em novas rotas de cruzeiros é uma das alternativas da Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN) para ampliar a movimentação do Porto de Natal.

Atendendo convite da CLIA Brasil (Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos), a CODERN, através do diretor técnico e comercial, Paulo Henrique Macedo, participou em Miami (EUA) do Seatrade Cruise Global, principal exposição para empresas e organizações que buscam ou fazem negócios com a indústria internacional de cruzeiros.

ANGOLA

Corredor do Lobito potencia empreendedorismo nacional


A dinamização do Corredor do Lobito está a incentivar a classe empresarial e os produtores familiares a aumentarem a produção de bens alimentares em seis províncias do país.

O reconhecimento foi expresso na cidade de Benguela, pelo presidente em exercício da Câmara de Fomento Empresarial na província, Lucas Ábias, durante a abertura do Fórum Internacional para Investimento da região Centro e Sul de Angola.

Minas Gerais consolida-se como um dos principais importadores de Portugal no Brasil


De acordo com o Boletim da Câmara Portuguesa de Minas Gerais, no primeiro trimestre de 2024, Minas Gerais afirmou a sua posição como o sexto maior estado brasileiro em importações provenientes de Portugal, contribuindo com 3,9% do total das importações do país.

As relações comerciais entre Brasil e Portugal têm raízes profundas, permeadas por laços culturais e históricos que remontam a vários séculos. Esta ligação histórica tem impulsionado o comércio entre os dois países.

ONU

Clima tem de ocupar lugar central no financiamento do desenvolvimento


O secretário executivo da Comissão Económica das Nações Unidas para África (UNECA) defende que o clima tem de ocupar um lugar central em qualquer programa de desenvolvimento e financiamento da resiliência dos países africanos.

“Em qualquer área de desenvolvimento, qualquer programa tem de conter disposições sobre mais resiliência climática, temos de encontrar mecanismos inovadores de financiamento, como a troca de títulos de dívida por investimentos climáticos e obrigações verdes ou azuis para financiar o desenvolvimento”, disse Claver Gatete, referindo-se à emissão de dívida com objetivos ambientais.

BRASIL

Associação de Terminais Portuários Privados (ATP)


A Associação de Terminais Portuários Privados (ATP) foi criada a 24 de outubro de 2013 para representar os interesses e atuar em defesa do segmento portuário privado e na modernização dos portos brasileiros. Atualmente representa 33 empresas de grande porte e congrega 66 Terminais de Uso Privado (TUP) do País.

As associadas da ATP, juntas, movimentam 60% da carga portuária brasileira e respondem pela geração de 47 mil empregos diretos e indiretos. São empresasque se destacam por suas performances positivas e por recordessucessivos de movimentação. Atuam em áreas fundamentais da economia brasileira, como os setores de mineração, siderurgia, petróleo e gás, agronegócio, contêineres e complexos logísticos, contribuindo para o saldo positivo da balança comercial nacional e para tornar o comércio exterior brasileiro mais robusto.

MAR DE OPORTUNIDADES:

Desbravando o Potencial da Economia Azul no Turismo de Moçambique


A economia azul, focada no desenvolvimento sustentável através da exploração dos vastos recursos marinhos e aquáticos, promete impulsionar o crescimento económico, enriquecer os meios de subsistência e preservar ecossistemas. Moçambique, com a sua extensa linha costeira de cerca de 2500 quilómetros e incomparáveis riquezas naturais subaquáticas, encontra-se numa posição privilegiada para capitalizar esta promessa.

PORTUGAL-BRASIL

Como a Dupla Cidadania pode impulsionar os seus negócios


Ter dupla cidadania portuguesa pode ser vantajoso para empreendedores, oferecendo facilidade de residência, acesso a benefícios sociais, participação plena na economia, mobilidade na União Europeia, estabilidade e segurança. Entenda as vantagens de ter dupla cidadania em Portugal.

MOÇAMBIQUE

CFM e MPDC assinam Acordo para serviço de logística eficiente


A Empresa Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique (CFM) e a Sociedade de Desenvolvimento do Porto de Maputo (MPDC) assinaram, durante um encontro de alinhamento estratégico, um acordo de nível de servico (SLA – Service Level Agreement) que vai permitir alcançar uma solução ferro-portuária competitiva e rentável para o Corredor Logístico de Maputo.

A assinatura do SLA enquadra-se no contexto do trabalho conjunto entre CFM e MPDC, com o objectivo de aumentar a carga ferroviária e melhorar o actual rácio entre estrada e ferrovia.

Moçambique quer concertação internacional para punir severamente pesca ilegal


O Presidente de Moçambique, Filipe Nyusi, apelou, em Maputo, a uma "concertação regional e internacional" para que a pesca ilegal seja classificada como "crime transnacional" e "severamente punida".

"O nosso país é por uma concertação regional e internacional para que a pesca ilegal, desregulamentada e não declarada seja classificada como crime transnacional, severamente punida, face aos seus efeitos gravemente nocivos", disse Nyusi, na cerimónia de lançamento da primeira pedra da construção do Centro Regional de Coordenação de Monitorização, Controlo e Fiscalização (MCSCC) da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC).

ANGOLA

EFECTIVOS DOS SERVIÇOS DE MIGRAÇÃO E ESTRANGEIROS INTEIRAM-SE SOBRE PROJECTO DE DESENVOLVIMENTO INTEGRADO DA BAÍA DE MOÇÂMEDES


Efectivos dos Serviços de Migração e Estrangeiros no Namibe inteiraram-se sobre o grau de execução das obras do Projeto de Desenvolvimento Integrado da Baía de Moçâmedes, nos Terminais Multiuso e Mineraleiro do Saco Mar, respectivamente.

No local, o Coordenador Adjunto do Gabinete de Gestão e Operacionalização do Projecto (GO-MOÇÂMEDES), Alexandre Baptista, passou em revista o estado actual das duas obras, mormente as questões de ordem técnica e sociais, em particular ao tempo de execução, constrangimentos verificados, bem como sobre a instalação do Serviço de Tráfego de Embarcações (VTS), que de certo modo é uma mais-valia para os Serviços de Migração no controlo marítimo de fronteiras.

América Latina torna-se palco de disputa entre China e EUA


Nos últimos meses, autoridades do governo americano fizeram uma série de sinalizações sobre a necessidade do país se atentar mais à América Latina, especialmente por conta da presença chinesa na região. Enquanto isso, a China, que se notabilizou por uma série de grandes obras de infraestrutura, vem diversificando suas parcerias, como na cadeia de veículos elétricos, no que vem sendo chamado de "nova-infraestrutura".

BRASIL

PortosRio apresenta Fernando Meira como novo Diretor Administrativo-Financeiro


A PortosRio anuncia a nomeação de Fernando Meira Junior como o novo Diretor Administrativo-Financeiro. Sua posse oficial ocorreu durante a reunião do Conselho Administrativo da empresa, realizada dia 27 de maio.

Fernando Meira traz consigo uma vasta experiência e expertise em gestão financeira e administrativa, destacando-se por sua atuação como Diretor de Administração e Finanças (DAF) da Companhia de Desenvolvimento Urbano da Região do Porto do Rio de Janeiro (CDURP), entre os anos de 2019 e 2021. Na PortosRio, ele terá como missão fortalecer ainda mais o compromisso da Autoridade Portuária em buscar continuamente a excelência e a saúde financeira.

ANGOLA

Cuanza-Norte: Pesca fluvial garante mais de dois mil postos de trabalho


O sector da pesca fluvial no município de Cambambe, província do Cuanza-Norte, garantiu, no primeiro trimestre, mais de dois mil postos de trabalho entre directos e indirectos. Os dados são do chefe de departamento de Pescas do Gabinete Provincial da Agricultura, Pescas e Florestas.

Patrício Constantino fez saber que a prática da pesca fluvial (feita no rio, em lagos e lagoas) é significativa no município e abrange as áreas de captura, salga, fumagem e transporte do pescado.

PEIXE EM CATIVEIRO:

Nampula prevê produzir mais de 200 mil toneladas


A PROVÍNCIA de Nampula prevê para o ano em curso produzir cerca de 288 mil toneladas de peixe em cativeiro, contra 134 mil de igual período de 2023.

Ao todo, a província prevê produzir cerca de 388 mil toneladas de peixe referente à produção artesanal, industrial e de pequena escala, sendo 100 mil toneladas da pesca artesanal, contra 97 mil do ano passado.

O Brasil mais perto do Oceano Pacífico:

O potencial geoeconómico e geoestratégico da RILA


Rota de Integração Latino Americana vai ligar, por meio de corredor rodoviário, os territórios de quatro países; Brasil, Paraguai, Argentina e Chile. Exportações ganharão agilidade.

Também denominada de Rota Bioceânica ou Corredor Rodoviário Bioceânico, a RILA pode ser considerada um dos projetos mais ousados e importantes com foco no desenvolvimento de Mato Grosso do Sul que começa a funcionar este ano. Saindo do Brasil, passando pelo Paraguai, pela Argentina, até chegar aos portos do Chile. Ela abre novas perspectivas para a exportação e importação do estado e das demais regiões brasileiras até a Ásia e a América do Norte.

MOÇAMBIQUE

SISTEMA FERROVIÁRIO: Carga manuseada cresce 8%


A MELHORIA das infra-estruturas, aquisição e modernização dos equipamentos e material circulante e capacitação do capital humano têm vindo a aumentar a quantidade de carga manuseada no sistema ferroviário nacional. A título de exemplo, de Janeiro a Dezembro do ano passado foram transportados 26,6 milhões de toneladas líquidas, o que corresponde a um crescimento de oito por cento relativamente a 2022.

Nas linhas operadas pelo CFM foram movimentados 12,4 milhões de toneladas líquidas, um aumento de 1% comparativamente a 2022, em que se transportaram 12.3 milhões de toneladas.

ANGOLA

XUAN THIEN GROUP E CSC CONSTATAM CONDIÇÕES OPERACIONAIS DO PORTO DO NAMIBE PARA EXPORTAÇÃO DO FERRO GUSA


Uma equipa integrada pela Xuan Thien Group e Companhia Siderúrgica do Cuchi (CSC), visitou o Terminal Multiuso do Porto do Namibe, a fim de aferir as condições operacionais para a segunda exportação do Ferro Gusa, prevista para o mês de Maio do corrente ano.

A visita avaliou igualmente as condições existentes nas instalações do Porto, que poderão traduzir-se em investimentos no ramo da mineração, produção de Ferro Gusa e instalação de uma fábrica de cimento.

De acordo com o Administrador para a área Comercial, Domingos Delfim, o Porto do Namibe tem as condições mínimas para a carga, descarga e armazenagem da referida matéria prima.

PORTO DO RECIFE, BRASIL

Terminal Marítimo


O mais tradicional porto de Pernambuco tem o mais moderno Terminal Marítimo de Passageiros do país, concluído em Julho de 2013. O terminal é um investimento de cerca de 30 milhões de reais, com recursos do Governo de Pernambuco e do PAC da Copa. O Terminal Marítimo de Pernambuco vai além do receptivo turístico. O prédio faz parte de um projeto liderado pelo Porto do Recife que redefine a paisagem do Bairro do Recife.

ANGOLA

Corredor do Lobito garante crédito para 30% de iniciativas de mulheres


O Governo angolano está, neste momento, a desenvolver uma iniciativa que tem por objectivo dinamizar a concessão de crédito às Micro, Pequenas e Médias Empresas nacionais, com a perspectiva de 30 por cento vir a beneficiar projectos executados por mulheres.

ENTREVISTA A ISABEL AZEREDO, COUNTRY HEAD DA ONE PORTUGAL

ONE facilita o comércio com a América do Sul


Detentora da sétima maior frota mundial, com mais de 200 navios integrados em rede de serviços que abrange 120 países, a ONE, acrónimo de Ocean NetWork Express, integra o conglomerado THE Alliance desde a junção a outras três grandes companhias de navegação e navega em todos os mares e para todos os continentes.

Com representação própria em Portugal, a ONE abriu recentemente uma linha dedicada à costa leste da América Latina que facilita o comércio e as exportações dos produtos portugueses e para outras partidas europeias. A sua responsável, Isabel Azeredo, fala destes propósitos.

Mineração submarina: mais ecológica ou perigo para oceanos?


Seja cobre ou níquel para baterias, cobalto para carros elétricos, ou manganês para a produção de aço, as terras raras e metais são requisitados por todo o mundo, em especial visando a mudança energética. À medida que a procura cresce, porém, as reservas tornam-se mais escassas. Segundo estimativas, já dentro de três anos se necessitará duas vezes mais lítio e 70% mais cobalto do que hoje em dia. Para fechar essa lacuna, alguns países e empresas querem passar a explorar os recursos submarinos.

MOÇAMBIQUE

CFM Logistics inicia operações nos petróleos


A EMPRESA CFM Logistics, criada há menos de um ano, já iniciou as operações portuárias ligadas à indústria de petróleo e gás no Porto de Pemba, província de Cabo Delgado, visando adicionar novos negócios àquele empreendimento.

Trata-se de uma firma criada pela Empresa Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique (CFM), sendo por si exclusivamente detida, no quadro da implementação da sua estratégia de participar nos negócios da indústria petrolífera no país.

«PORTOS RS» MARCOU PRESENÇA

ENERGIA EÓLICA OFFSHORE E SUAS TECNOLOGIAS SÃO DESTAQUES EM FEIRA NORTE-AMERICANA


A convite do governo dos Estados Unidos, uma delegação brasileira integrada pela Portos RS visitou diversas instalações navais, portos e empresas especializadas na área de energia eólica offshore. Na oportunidade, a Autoridade Portuária gaúcha esteve representada pelo diretor de meio ambiente, Henrique Ilha.

Entre as atividades, destacam-se uma visita a um estaleiro de Seattle, onde está sendo construída a primeira embarcação norte-americana para a construção de parques eólicos, além de agendas em portos nas regiões do Texas e da Luisiana, onde foram conhecidas oportunidades de melhorias para os portos brasileiros.

Circulação no Atlântico pode já estar a caminho de um colapso, sugere novo modelo


O principal sistema de circulação do oceano Atlântico pode já estar a caminho de um ponto sem retorno, sugere um artigo publicado na revista Science Advances. Este sistema chama-se Circulação Termosalina Meridional do Atlântico (AMOC, na sigla em inglês) e desempenha um papel importante na regulação do clima na Terra.

Os autores do estudo – uma equipa de cientistas da Universidade de Utrecht, nos Países Baixos – desenvolveram uma nova forma de identificar sinais de alerta precoce do colapso da AMOC. O modelo criado pelos cientistas foca-se no aumento da água doce no sistema, um factor que desestabiliza a circulação no Atlântico.

ANGOLA

Mais de 14 mil famílias na pesca artesanal em Benguela


Mais de 14 mil famílias e um universo de 1.900 embarcações estão ligadas à pesca artesanal na província de Benguela.

Os dados foram apresentados ao Jornal de Angola, pelo director provincial da Agricultura, Pecuária e Pesca em Benguela, José Gomes da Silva, que na ocasião se mostrou preocupado com algumas práticas que têm sido usadas pelos operadores, e que estão a contribuir para a redução da biomassa.

BRASIL

Porto do Rio de Janeiro ingressa no Mercado Livre de Energia, prevendo economia de 30% nos custos


A PortosRio, Autoridade Portuária responsável pela gestão dos portos públicos do Rio de Janeiro, Itaguaí, Niterói e Angra dos Reis, anunciou a entrada do Porto do Rio de Janeiro no Mercado Livre de Energia (MLE). O MLE permite que consumidores possam escolher os seus fornecedores livremente, dando liberdade para negociação de preços e escolha das fontes de energia. A expectativa para 2024 é economizar cerca de 30% mensal com os custos de energia.

A PortosRio também projeta uma redução anual de emissões de CO² de mais 200 toneladas a partir da escolha de fontes renováveis como hídricas, eólicas, solares e biomassa, que são impulsionadas pelo MLE.

Levantamento exclusivo da Norsul conclui que navios emitem 1/6 dos gases produzidos por caminhões


Os executivos discutiram também o uso de combustíveis alternativos na navegação, como LNG, metanol, etanol e amônia, além dos desafios para adoção da tecnologia verde no Brasil. “Hoje, 50% dos navios pedidos para estaleiros têm combustível verde como alternativa. Então, essa preocupação já existe e a frota está sendo renovada, mas é um processo lento”, comenta o diretor da Norsul. Resano explica que a necessidade do uso destes combustíveis faz parte da construção dos “navios do futuro”. “Precisamos construir hoje um navio que precisará estar apto às exigências regulatórias de 2050, considerando 25 anos a expectativa de vida média de uma embarcação”.

MPDC:

«Parcerias Público-Privadas Acrescentam Valor ao Porto de Maputo»


O director-executivo da Sociedade de Desenvolvimento do Porto de Maputo (MPDC), Osório Lucas, considera que as Parcerias Público-Privadas (PPP) acrescentam mais valor ao porto, uma vez que possibilitam a expansão da infra-estrutura, concorrendo para mais eficiência, através do aprimoramento da tecnologia e contratação de mais mão-de-obra (constituída por 99% dos Moçambicanos).

O responsável falava durante o workshop sobre “Parcerias Público-Privadas (PPP), um motor de crescimento”, promovido pela consultora Ernst & Young (EY) e a JLA Advogados, que discutiu, na essência, oportunidades e desafios do modelo de negócio para o crescimento económico em Moçambique.

“Tem sido demonstrado que a Parceria Público-Privada no Porto do Maputo acrescentou valor na medida em que aumentou a capacidade de manuseamento e gerou empregos, receitas líquidas para o Estado e até oportunidades para pequenas e médias empresas (PME), pois temos um ecossistema muito extenso de fornecedores de serviços ao porto que, em condições normais, não estariam se a infra-estrutura não tivesse atingido este nível de desenvolvimento”, explicou Osório Lucas.

BRASIL

Webinar Diálogo Portuário com o IBAMA: primeiros módulos estão disponíveis no YouTube


Os dois primeiros módulos do Webinar Diálogo Portuário com o IBAMA estão disponíveis no Youtube da ABEPH. O evento online é uma parceria com a ATP (Associação de Terminais Portuários Privados) e, ao todo, serão disponibilizadas nove aulas sobre temas como a regulação do setor portuário, gestão e boas práticas, riscos ambientais, descarbonização, dragagem, planejamento e auditorias ambientais.

As duas primeiras aulas aconteceram nos dias 16 e 17 de abril, com a participação de aproximadamente 30 pessoas. No primeiro dia, a ênfase foi nas noções gerais sobre logística portuária, contando com a presença da diretora-executiva da ABEPH, Gilmara Temóteo; do presidente da ATP, Almirante Murillo Barbosa; e dos integrantes da coordenação de Licenciamento do IBAMA, Itagyba Alvarenga e Janaína Mota.

É o El Niño que está a secar o canal do Panamá


Não há provas de que as alterações climáticas influenciaram a seca que tem afectado a circulação no canal que liga os oceanos Atlântico e Pacífico. Mas a região não é imune ao aquecimento global.

O Panamá é o quinto país mais chuvoso do mundo e, no entanto, está a viver uma das maiores secas de sempre, que está a afectar seriamente o tráfego no Canal do Panamá, causando prejuízos que podem chegar a 700 milhões de dólares este ano, porque obriga a reduzir o número e a dimensão dos navios que por ali passam – e 5% do comércio mundial internacional por via marítima faz-se por ali. É tentador atribuir as culpas ao clima em mudança, mas não há provas suficientes para dizer isso, diz um grupo de cientistas. O verdadeiro culpado é o fenómeno cíclico El Niño.

MOÇAMBIQUE

MPDC e CFM Lançam Sistema de Integração Ferro-Portuário


A Maputo Port Development Company (MPDC), concessionária do Porto de Maputo, e a empresa Portos e Caminhos-de-Ferro de Moçambique (CFM) lançaram, em Maputo, o Rail2Port – um sistema que integra as duas empresas no manuseio de carga mineira ferroviária, da África do Sul para o Porto de Maputo.

Segundo o portal de notícias Carta de Moçambique, o sistema já está a ser implementado pelas duas empresas desde Março passado. A solução permite a visibilidade completa de carga ferroviária transportada por comboios dos CFM até ao Porto de Maputo, garantindo a fiabilidade dos dados, uma planificação conjunta mais eficiente e uma melhor alocação de recursos.

Veja aqui as oportunidades de investimento com alto potencial de rentabilidade em Moçambique


Moçambique, uma nação cheia de potencial, oferece um mercado vibrante para os empresários que procuram novos horizontes. Mas por onde é que se começa? Compreender as tendências do consumidor e os pontos fortes de exportação do país é a chave para desbloquear o sucesso. Este artigo analisa recursos valiosos para lançar luz sobre o panorama empresarial de Moçambique em 2024.

O «Mar de Estrelas» é uma das maiores atracções turísticas das Maldivas. Nem sequer existe


As imagens deslumbrantes do “Mar de Estrelas” proliferam na Internet, inspirando os viajantes aventureiros a procurá-lo. Mas poucas pessoas concordam exactamente onde se pode encontrar o Mar de Estrelas das Maldivas. Isto porque o Mar de Estrelas não existe de facto.

Para esclarecer, o misterioso Mar de Estrelas das Maldivas não existe enquanto localização geográfica. A razão simples para isso é que estas luzes mágicas são plâncton bioluminescente que se movimenta no oceano.

CABINDA, ANGOLA

Embaixador chinês realça importância do Terminal de Águas Profundas do Caio


O embaixador da China em Angola, Zhang Bin, sublinhou as vantagens que o Terminal de Águas Profundas do Caio, em Cabinda, vai proporcionar nas relações comerciais entre o país e outras regiões africanas e do mundo.

Segundo o diplomata, que falava por ocasião da sua recente visita às obras do terminal, este projecto vai permitir o desenvolvimento socioeconómico da província e dinamizar as trocas comercias com outras regiões do continente e do mundo.

Manifestou o interesse em ver concluída, o mais rápido possível, a infra-estrutura, a cargo de uma construtora chinesa, avaliada em 831.994.725,75 dólares americanos.

PortosRio participa na reunião ministerial estratégica sobre investimentos, governança e sustentabilidade


A PortosRio participou numa reunião estratégica no Ministério de Portos e Aeroportos (MPor), em Brasília, visando implementar os projetos delineados no novo Programa de Aceleração ao Crescimento (PAC) para os setores portuário e hidroviário, além de planejar os próximos passos na execução desses empreendimentos. Sob a liderança do ministro Silvio Costa Filho, as Autoridades Portuárias discutiram sobre execução orçamentária, governança e sustentabilidade, além das ações em benefício do Rio Grande do Sul.

 Vídeo

Sobrevoando a Restinga e a cidade do Lobito (Angola)

 XIII Congresso da APLOP | Ireneu Camacho | ENAPOR – Portos de Cabo Verde

 XIII Congresso da APLOP | Eneida Gomes | ENAPOR – Portos de Cabo Verde

 XIII Congresso da APLOP | Joaquim Gonçalves | APDL

 XIII Congresso da APLOP | Ricardo Roque | A Marca APLOP – Novos Caminhos

 XIII Congresso da APLOP | António Santos | Estudo de Mercado dos Portos dos PALOP

 XIII Congresso da APLOP | Dinis Manuel Alves

 XIII Congresso da APLOP | Segundo período de debate

 XIII Congresso da APLOP | Debate

 XIII Congresso da APLOP | Apresentação do Painel 1

 Encerramento do XIII Congresso da APLOP

 XIII Congresso da APLOP | José Renato Ribas Fialho | ANTAQ

 XIII Congresso da APLOP | Cerimónia de Abertura | Ireneu Camacho

 XIII Congresso da APLOP | José Luís Cacho

 XIII Congresso da APLOP | Massoxi Bernardo | Porto de Luanda

 XIII Congresso da APLOP | Francisco Martins | Porto de Suape

 XIII Congresso da APLOP | Cerimónia de Abertura | Murillo Barbosa

 XIII Congresso da APLOP | Cerimónia de Abertura | Abraão Vicente

 XIII Congresso da APLOP | Cerimónia de Abertura | Jucelino Cardoso

 XIII Congresso da APLOP | Belmar da Costa | Curso de Introdução ao Shipping

 XIII Congresso da APLOP | Joaquim Piedade | Zona Franca do Dande

 XIII Congresso da APLOP | Cerimónia de Abertura | Zacarias da Costa

 XIII Congresso da APLOP | Fernando Serra | ANTAQ

 XIII Congresso da APLOP | Paula Cabaço | Portos da Madeira

 XIII Congresso da APLOP | José Moreira da Silva

 XIII Congresso da APLOP | Cerimónia de Abertura | Mayhara Chaves

  Portos do Brasil - NEWS

 Portos de Cabo Verde – News

 Portos de Moçambique – News

 Portos de Angola – News

 Portos de Portugal – News

 XII CONGRESSO DA APLOP | LUANDA, 2021 - Disponíveis todas as apresentações

 Acórdãos e Avisos da ANTAQ + Legislação avulsa

 Clipping com a actualidade dos portos brasileiros

 III Encontro de Portos da CPLP - Lídia Sequeira (1)

 III Encontro de Portos da CPLP – Francisco Venâncio

 III Encontro de Portos da CPLP – Carlos Gouveia Lopes (1)

 III Encontro de Portos da CPLP - Adalmir José de Sousa

 III Encontro de Portos da CPLP - Augusto da Silva Tomás (1)

 III Encontro de Portos da CPLP – Apresentação da Mesa de Honra

 III Encontro de Portos da CPLP - Estudo de mercado - (13) – Debate

 Constituição da APLOP

Constituição da APLOP

Foto de família

Newsletter: Subscrever | Newsletter: Cancelar | Política de Privacidade e Termos de Utilização