Início > Artigo > Porto de Luanda cria Código de Conduta



ANGOLA

Porto de Luanda cria Código de Conduta


Um Código de Conduta, com nove princípios fundamentados na necessidade da promoção da cultura ética de cada colaborador com a empresa, foi apresentado aos fornecedores pelo Porto de Luanda.

Com o objectivo de reforçar a ética, a eficiência e a competitividade, o código vai orientar ambas as partes no relacionamento comercial, por formas a servir cada vez melhor os seus clientes da região onde está inserido.

Falando à margem do lançamento do Código de Conduta para fornecedores da empresa portuária de Luanda, o presidente do Comité de Ética, Inglês Pinto, referiu que com este instrumento se inicia uma nova fase de proactividade junto dos seus fornecedores, incentivando-os à adopção de condutas de gestão éticas que estabeleçam relações de confiança.

“É uma iniciativa que visa garantir algumas condutas a nível das empresas, neste caso empresas públicas que correspondam no cumprimento da lei, com um bom relacionamento entre os colaboradores e também na relação com os fornecedores e prestadores de serviço”, disse.

Segundo Inglês Pinto, o cumprimento dos princípios consagrados no referido Código terá reflexos na avaliação de cada fornecedor e será determinante na eventualidade da necessária ponderação da sua qualificação como fornecedor da empresa.

Acrescentou que o alinhamento do comportamento de todos os fornecedores com esses princípios é considerado determinante e decisivo para a vivência da ética na empresa.

“Juntos acreditamos que conseguiremos fazer do Porto de Luanda um exemplo de valores, competência e competitividade que nos fará prosseguir rumo ao sucesso”, reforçou.

O Porto de Luanda

É uma empresa pública, cujo Terminal Multiuso (uma infra-estrutura portuária) se dedica à operação simultânea de carga geral e contentores. Possui um Cais de 610 metros de cumprimentos, com 12,5 m de profundidade, e uma área de 181.070 metros quadrados de serviço com capacidade para movimentar 2.6 milhões de toneladas/ ano.

fonte
 


 



Data: 2021-04-06

 Vídeo

Sobrevoando a Restinga e a cidade do Lobito (Angola)

 XIII Congresso da APLOP | Ireneu Camacho | ENAPOR – Portos de Cabo Verde

 XIII Congresso da APLOP | Eneida Gomes | ENAPOR – Portos de Cabo Verde

 XIII Congresso da APLOP | Joaquim Gonçalves | APDL

 XIII Congresso da APLOP | Ricardo Roque | A Marca APLOP – Novos Caminhos

 XIII Congresso da APLOP | António Santos | Estudo de Mercado dos Portos dos PALOP

 XIII Congresso da APLOP | Dinis Manuel Alves

 XIII Congresso da APLOP | Segundo período de debate

 XIII Congresso da APLOP | Debate

 XIII Congresso da APLOP | Apresentação do Painel 1

 Encerramento do XIII Congresso da APLOP

 XIII Congresso da APLOP | José Renato Ribas Fialho | ANTAQ

 XIII Congresso da APLOP | Cerimónia de Abertura | Ireneu Camacho

 XIII Congresso da APLOP | José Luís Cacho

 XIII Congresso da APLOP | Massoxi Bernardo | Porto de Luanda

 XIII Congresso da APLOP | Francisco Martins | Porto de Suape

 XIII Congresso da APLOP | Cerimónia de Abertura | Murillo Barbosa

 XIII Congresso da APLOP | Cerimónia de Abertura | Abraão Vicente

 XIII Congresso da APLOP | Cerimónia de Abertura | Jucelino Cardoso

 XIII Congresso da APLOP | Belmar da Costa | Curso de Introdução ao Shipping

 XIII Congresso da APLOP | Joaquim Piedade | Zona Franca do Dande

 Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)

Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)