Início > Artigo > Portugal e Senegal reforçam cooperação na área da economia azul



Portugal e Senegal reforçam cooperação na área da economia azul


Portugal e o Senegal vão cooperar mais nos sectores das pescas, portos e outras actividades ligadas ao mar, e na formação nas áreas do turismo e da diplomacia, avança o Ministério dos Negócios Estrangeiros.

Em declarações à imprensa em Dakar, onde decorreu a 3ª Comissão Mista Luso-Senegalesa, o ministro português dos Negócios Estrangeiros, João Gomes Cravinho, e a sua homóloga do Senegal, Aïssata Tall Sall, referiram a assinatura de memorandos e acordos nestas áreas e a preparação de outros.

“Assinámos dois acordos e as nossas equipas trabalharam na identificação de outras áreas de cooperação”, disse João Gomes Cravinho, acrescentando que se trata de “um memorando para reforçar a formação diplomática” entre as instituições dos dois países que trabalham a este nível, e um acordo na área das infra-estruturas.

O ministro português realçou a importância do mar e da fileira do pescado, entre outras vertentes da economia azul, na cooperação entre Portugal e o Senegal, que tem fronteira com a Guiné-Bissau, e revelou que o secretário de Estado do Mar, José Maria Costa, e a secretária de Estado das Pescas, Teresa Coelho, identificaram oportunidades para os dois países desenvolverem em conjunto nestas áreas.

Este é “um setor em transformação” e além das pescas há novas oportunidades “por exemplo para explorar o mar para indústrias farmacêuticas e cosméticas” disse João Gomes Cravinho.

A ministra senegalesa, por sua vez, reforçou que a economia do mar a sua protecção – e também “a gestão e exploração dos portos” – são áreas da economia que os dois países devem aprofundar. “O Senegal felicita a experiência que Portugal tem neste sector e que quer pôr à disposição do nosso país”, referiu Aïssata Tall Sall.

Na formação no sector das pescas e da marinha marcante e ainda “no turismo, na formação turista e hoteleira”, a ministra senegalesa vê “caminhos de cooperação possível”, frisando que o seu país quer uma cooperação “mais vasta e mais intensa” com Portugal.

fonte


>

 



Data: 2023-04-25

 Vídeo

Sobrevoando a Restinga e a cidade do Lobito (Angola)

 XIII Congresso da APLOP | Ireneu Camacho | ENAPOR – Portos de Cabo Verde

 XIII Congresso da APLOP | Eneida Gomes | ENAPOR – Portos de Cabo Verde

 XIII Congresso da APLOP | Joaquim Gonçalves | APDL

 XIII Congresso da APLOP | Ricardo Roque | A Marca APLOP – Novos Caminhos

 XIII Congresso da APLOP | António Santos | Estudo de Mercado dos Portos dos PALOP

 XIII Congresso da APLOP | Dinis Manuel Alves

 XIII Congresso da APLOP | Segundo período de debate

 XIII Congresso da APLOP | Debate

 XIII Congresso da APLOP | Apresentação do Painel 1

 Encerramento do XIII Congresso da APLOP

 XIII Congresso da APLOP | José Renato Ribas Fialho | ANTAQ

 XIII Congresso da APLOP | Cerimónia de Abertura | Ireneu Camacho

 XIII Congresso da APLOP | José Luís Cacho

 XIII Congresso da APLOP | Massoxi Bernardo | Porto de Luanda

 XIII Congresso da APLOP | Francisco Martins | Porto de Suape

 XIII Congresso da APLOP | Cerimónia de Abertura | Murillo Barbosa

 XIII Congresso da APLOP | Cerimónia de Abertura | Abraão Vicente

 XIII Congresso da APLOP | Cerimónia de Abertura | Jucelino Cardoso

 XIII Congresso da APLOP | Belmar da Costa | Curso de Introdução ao Shipping

 XIII Congresso da APLOP | Joaquim Piedade | Zona Franca do Dande

 Constituição da APLOP

Constituição da APLOP

Foto de família