Início > Artigo > Espanha aprova crédito para projectos no sector de pescas em Cabo Verde



Espanha aprova crédito para projectos no sector de pescas em Cabo Verde


A Espanha financiará projectos no sector das pescas em Cabo Verde, segundo informou uma fonte à Panapress, em Praia. Um crédito de 12,8 milhões de euros foi aprovado pelo Conselho de Ministros de Espanha para financiar estes empreendimentos, de acordo com a mesma fonte.

O fundo permitirá implementar projectos de desenho, fornecimento e construção de infra-estruturas de tratamento, congelação e conserva do pescado.

O centro de coordenação destas atividades, que terá a sua sede na cidade de Mindelo, na ilha de São Vicente, deverá apoiar também empresas espanholas que operam no arquipélago cabo-verdiano, de acordo com a fonte.

O conselheiro da Presidência, Alfonso Rueda, definiu Cabo Verde como um país estratégico para a economia da região autónoma espanhola da Galiza, dada a presença, neste país africano, de muitas empresas da comunidade galega.

O contrato para a construção desse entreposto frigorífico no Porto Grande, na ilha cabo-verdiana de São Vicente, foi assinado em setembro de 2011 entre o Governo do arquipélago e empresa espanhola Friologic que vai executar o projeto.

Trata-se de uma nova infraestrutura de tratamento, congelação e conservação de produtos de pesca e perecíveis que vai substituir as antigas instalações do frio no principal porto marítimo de Cabo Verde, destruídas pelo fogo há cerca de três anos.

Com a construção desta importante infraestrutura, o Governo cabo-verdiano pretende transformar o porto da ilha de São Vicente numa base de pesca de referência internacional para as frotas industriais observando os padrões higiénico-sanitários.

O projeto será ainda dotado de infraestruturas específicas que swervirá, entre outros, a frota artesanal cabo-verdiana para o tratamento adequado das suas capturas.

As novas instalações frigoríficas serão também utilizadas para a conservação de outros produtos perecíveis como leite e seus derivados, carnes e frutas.

Além de servir de auxilio à navegação nacional e internacional, a unidade de frio irá servir ainda de plataforma para os países da sub-região oeste-africana que pretendem exportar a partir de Cabo Verde. As informações são da Panapress.

fonte




Data: 2012-04-09

 Vídeo

Sobrevoando a Restinga e a cidade do Lobito (Angola)

 XIII Congresso da APLOP | Ireneu Camacho | ENAPOR – Portos de Cabo Verde

 XIII Congresso da APLOP | Eneida Gomes | ENAPOR – Portos de Cabo Verde

 XIII Congresso da APLOP | Joaquim Gonçalves | APDL

 XIII Congresso da APLOP | Ricardo Roque | A Marca APLOP – Novos Caminhos

 XIII Congresso da APLOP | António Santos | Estudo de Mercado dos Portos dos PALOP

 XIII Congresso da APLOP | Dinis Manuel Alves

 XIII Congresso da APLOP | Segundo período de debate

 XIII Congresso da APLOP | Debate

 XIII Congresso da APLOP | Apresentação do Painel 1

 Encerramento do XIII Congresso da APLOP

 XIII Congresso da APLOP | José Renato Ribas Fialho | ANTAQ

 XIII Congresso da APLOP | Cerimónia de Abertura | Ireneu Camacho

 XIII Congresso da APLOP | José Luís Cacho

 XIII Congresso da APLOP | Massoxi Bernardo | Porto de Luanda

 XIII Congresso da APLOP | Francisco Martins | Porto de Suape

 XIII Congresso da APLOP | Cerimónia de Abertura | Murillo Barbosa

 XIII Congresso da APLOP | Cerimónia de Abertura | Abraão Vicente

 XIII Congresso da APLOP | Cerimónia de Abertura | Jucelino Cardoso

 XIII Congresso da APLOP | Belmar da Costa | Curso de Introdução ao Shipping

 XIII Congresso da APLOP | Joaquim Piedade | Zona Franca do Dande

 Constituição da APLOP

Constituição da APLOP

Foto de família