Início > Artigo > Europa relança fiscalização e cooperação pesqueira com a Guiné-Bissau



Europa relança fiscalização e cooperação pesqueira com a Guiné-Bissau


A delegação da União Europeia (UE) na Guiné-Bissau anuncioU em comunicado o relançamento de ações de fiscalização marítima e cooperação pesqueira com a Guiné-Bissau.

As atividades estão integradas num programa regional de fiscalização marítima.

O programa disponibilizou um montante de cerca de 3.300 milhões de francos CFA (cinco milhões de euros) para os países da sub-região com o objetivo de "conservar os recursos pesqueiros, lutar contra a pesca ilegal e proteger a pesca artesanal", refere o comunicado.

No âmbito do programa, "serão realizadas operações de vigilância nas águas territoriais da Guiné-Bissau, ações de modernização de equipamentos técnicos, assim como a realização de atividades de formação", acrescenta o documento.

O chefe da delegação da UE, embaixador Joaquin González-Ducay, acredita que "a retoma do programa regional de fiscalização marítima testemunha o compromisso da UE na proteção dos recursos marinhos como fonte de riqueza para a Guiné-Bissau e para a sua população".

Ou seja, "o programa insere-se na linha das preocupações manifestadas pela União Europeia, assim como pelas Nações Unidas, pela União Africana e pela Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO)".

Tais preocupações dizem respeito "à importância da preservação e gestão dos recursos naturais da Guiné-Bissau, incluindo a exploração sustentável dos recursos marinhos e terrestres", sublinha Joaquin González-Ducay.

O anúncio da UE surge um dia depois de o presidente do Sindicato Nacional dos Marinheiros da Guiné-Bissau (Sinamar), João Cá, ter pedido às autoridades do país para apertarem o controlo da atividade de navios de pesca estrangeiros.

De acordo com o sindicalista, parte do peixe capturado na Zona Económica Exclusiva guineense é atirado borda fora, violando a lei, porque muitos navios pesqueiros apenas se preocupam com a captura de camarão.
 


>

 



Data: 2013-08-30

 Vídeo

Sobrevoando a Restinga e a cidade do Lobito (Angola)

 XIII Congresso da APLOP | Ireneu Camacho | ENAPOR – Portos de Cabo Verde

 XIII Congresso da APLOP | Eneida Gomes | ENAPOR – Portos de Cabo Verde

 XIII Congresso da APLOP | Joaquim Gonçalves | APDL

 XIII Congresso da APLOP | Ricardo Roque | A Marca APLOP – Novos Caminhos

 XIII Congresso da APLOP | António Santos | Estudo de Mercado dos Portos dos PALOP

 XIII Congresso da APLOP | Dinis Manuel Alves

 XIII Congresso da APLOP | Segundo período de debate

 XIII Congresso da APLOP | Debate

 XIII Congresso da APLOP | Apresentação do Painel 1

 Encerramento do XIII Congresso da APLOP

 XIII Congresso da APLOP | José Renato Ribas Fialho | ANTAQ

 XIII Congresso da APLOP | Cerimónia de Abertura | Ireneu Camacho

 XIII Congresso da APLOP | José Luís Cacho

 XIII Congresso da APLOP | Massoxi Bernardo | Porto de Luanda

 XIII Congresso da APLOP | Francisco Martins | Porto de Suape

 XIII Congresso da APLOP | Cerimónia de Abertura | Murillo Barbosa

 XIII Congresso da APLOP | Cerimónia de Abertura | Abraão Vicente

 XIII Congresso da APLOP | Cerimónia de Abertura | Jucelino Cardoso

 XIII Congresso da APLOP | Belmar da Costa | Curso de Introdução ao Shipping

 XIII Congresso da APLOP | Joaquim Piedade | Zona Franca do Dande

 Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)

Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)